domingo, 18 de novembro de 2007

Errol Flynn

É o herói da “capa e espada”.
O eterno “Robin Hood”.
O “Gavião dos Mares”.

Errol Flynn (1909 – 1959).

A sua vida é um manancial de intensas e delirantes paixões, de boémia, de dezenas de filmes, de dinheiro e de alguma extravagância.
Na verdade, este actor australiano, de porte atlético e um enorme poder de sedução, granjeou uma invulgar popularidade, que o projectou para os mais altos salários pagos na Hollywood de então.
Os seus filmes, quando vistos hoje em dia, parecem-nos, e são, “datados”, mas não deixam de ser um entretenimento fantástico.

Apenas uma curiosidade: quando foi sepultado, e por vontade do seu grupo de amigos mais chegado, meteram 6 garrafas de whisky no caixão, que assim desceu à terra.

É verdade.


5 comentários:

Pedrita disse...

acho que não vi quase nada com ele. beijos, pedrita

Rui Luís Lima disse...

olá josé quintela soares!
são inúmeras as histórias que já lemos sobre a vida de Errol Flynn, um aventureiro dentro e fora do écran, mas também um fabuloso actor, ele será sempre o Robin dos Bosque que descobri em criança, mas também esse militar do fabuloso "Objectivo Burma", que vi recentemente.
foi bom recordá-lo aqui
um abraço cinéfilo

Luís disse...

ou o magnífico captain blood, ou mesmo o seahawk, do grande michael curtiz. tenho uma pena imenso de não ter visto o documentário que passou na tv2

elisabete do encanto disse...

Inesquecível!!!

boas lembranças..
beijo!

Joana disse...

aishh

um enterro mm à herói!

abençoados amigos

Locations of visitors to this page