domingo, 1 de julho de 2007

Vasco Santana

“Ó Evaristo…tens cá disto?”

Esta simples pergunta, rimada, feita no filme “O Pátio das Cantigas” em 1942, eternizou um grande actor.
Vasco Santana (1898-1958) não chegou a ser o arquitecto que sonhara, pois uma representação teatral de amadores em 1917 afastou-o dos projectos iniciais.
O Teatro seria a sua grande paixão, mas foi o Cinema que perpetuou a sua craveira de enorme talento, não se limitando a fazer rir pela sua figura, de homem baixo e gordo, mas impondo-se muito para além disso.
Além do já citado filme, “A Canção de Lisboa” e “O Pai Tirano” constituem a tripla do sucesso.
Foi também um homem da Rádio, numa época em que não havia televisão.
As rábulas do “Zequinha e da Lélé”, de finais dos anos 40, dominavam as atenções do público, e Vasco Santana conheceu mais um ponto alto na sua popularidade, ao lado de uma Irene Velez que aí conheceu o único relevo de uma carreira apagada.

“Chapéus há muitos!...seu palerma!”

“Esternocleidomastoideu”!

Vasco Santana.
Inesquecível!










5 comentários:

teresamaremar disse...

Vasco Santana tinha as suas particularidades mesmo fora da tela ou do palco. Consta que tinha no seu camarim uma gaveta vazia, à qual chamava a "gaveta dos manguitos", que abria discretamente quando a presença de alguém lhe não agradava.

pedrita disse...

há um concurso as 7 maravilhas da blogoesfera, inclusive realizado por uma portuguesa e eu indiquei o seu blog. vai ter um resultado separado para blogs portugueses e brasileiros. vc não precisa indicar para participar, já está no concurso com a minha indicação. beijos, pedrita

Rui Luís Lima disse...

olá josé quintela soares!
vasco santana é um daqueles actores que ficou para sempre na memória de todos nós. E muito do seu génio nascia de forma expontânea, como contou um da o António Lopes Ribeiro aquando de um ciclo dedicado à sua obra. E curiosamente os anos vão passando e nós continuamos a rir felizes com as suas interpretações, a comédia em Portugal tem dois nomes vasco santana e antónio silva, gostem ou não esta é a verdade.
um abraço cinéfilo
paula e rui lima

Anónimo disse...

NÃO CONHECIA!


muito bom!

ELISABETECUNHA

Luís Alves disse...

saudoso vasquinho da anatomia. impagável as suas rábulas com outro grande vulto: António Silva

Locations of visitors to this page