quarta-feira, 30 de maio de 2007

Isabelle Huppert



Isabelle Huppert (nasceu em 1955), começou como actriz de Teatro, e muito jovem já era reconhecida com o seu talento para papéis dramáticos.
Aparece pela primeira vez no cinema em 1971, num papel secundário em “Les Valseuses”.
Mas é com Claude Chabrol que atinge o estrelato, Em 1978 ganha o prémio de interpretação feminina em Cannes, com “Violette Noziere”.
E há uma característica que poucos conhecem e que a distinguem de muitas: é ela que escolhe os papéis que quer interpretar, e por isso, trabalhou com os realizadores que mais apreciava, como Godard, Pialat, Wajda, entre outros.
Volta a ganhar mais um prémio em Cannes com o filme “La Pianiste” em 2001, sendo a actriz que mais filmes teve em competição neste importante Festival.
É igualmente a actriz francesa mais vezes nomeada para os “Cesar”, o Oscar daquele país. Se pensarmos na quantidade de grandes estrelas que sempre povoaram o cinema de França, este facto fala por si.
Huppert é única.
Em cada um dos seus filmes, arrebata-nos.

5 comentários:

Teresa disse...

Começo a ficar preocupada com as nossas telepatias, José...

É que dei justamente comigo a pensar em cinema francês e lembrei-me de vários nomes. Antes de qualquer outro, Gérard Philippe (a imagem de uma geração, muito mais do que um James Dean, acho eu). Jean Marais. Jean Gabin. Jean Piat (só Jeans..., deste último, muito gostaria eu que fosse editado em dvd o Lagardère - televisão - que fez sonhar os meus onze anos!). E Fernandel! E a maravilhosa Simone Signoret...

Veja este link. Lembra-se disto?
http://www.youtube.com/watch?v=gUPn3vWTX54

teresamaremar disse...

Obrigada pela surpresa deste post depois da nossa conversa de ontem :)

jose quintela soares disse...

Olá teresamaremar

Não tem de agradecer.
Achei que era altura, de facto, de "ir" ao cinema francês, como temos vindo a conversar ultimamente.
Além disso, Huppert é uma das minhas preferidas, e portanto não me foi difícil.
Aproveito para lhe dizer que estamos sempre a aprender...e eu tenho aprendido consigo sobre o cinema desse país.

Neves de ontem disse...

Maravilhosa actriz!

Rui Luís Lima disse...

olá!
estivemos sem net durante uma semana, estamos de volta:)
não nos lembramos dela em "As Bailarinas":), só a Miou Miou ficou na nossa memória neste filme, para além daqueles dois cavalheiros.
Ela é na verdade uma da maiores do cinema francês e mundial, a sua arte é perfeita e arriscada, tal como todas personagens que interpreta. Na memória ficou essa interpretação espantosa ao lado do Depardieu na obra de Pialat "Loulou", um daqueles filmes tão esquecidos, como esse cineasta que não amava a nouvelle vague.
um abraço e bom fim-de-semana
paula e rui lima

Locations of visitors to this page