sexta-feira, 2 de fevereiro de 2007

Jack Nicholson


A sua expressão facial, sério, a rir, a chorar, de qualquer maneira, é de louco.
Nos inúmeros papéis que representou, que vão do cómico ao mais puro terror, nunca essa “loucura” deixou de estar presente. Talvez tenha sido exactamente essa, a par de um enorme talento, a característica que o celebrizou e eternizou na história do Cinema.
Há mais de 40 anos que anda nas telas de todo o mundo, encantando, levando à meditação, arrancando gargalhadas espontâneas, fazendo vibrar as plateias com o seu olhar felino, os seus traços histriónicos difíceis de esquecer, os esgares, a postura de grande actor.
Ainda hoje considero “Voando Sobre um Ninho de Cucos”, 1975, de Milos Forman, o melhor filme, o que não é pouco, se pensar que já vi…milhares, sem exagero. E lá está, Nicholson no seu “ambiente”…a loucura, ele que entrou são no hospital/prisão e que acaba louco, ainda que não por sua vontade. Extraordinária interpretação, num filme de sempre.
Mas…e depois, quantos sucessos inesquecíveis? Apenas para citar alguns, aqui recordo “The Shining” de Stanley Kubrick, “O Carteiro Toca Sempre Duas Vezes”, “Laços de Ternura”, “As Bruxas de Eastwick”, “Melhor é Impossível” e “About Schmidt”, para não falar aos anteriores a 75 como “Chinatown” ou “Easy Rider”.
È claro que a sua vida pessoal tem sido uma “loucura” completa, como não podia deixar de ser…
Alguém o classificou recentemente como “O maior actor vivo”.
Não sei se é o maior. Mas está seguramente no galarim dos grandes candidatos a tal.

5 comentários:

elisabete cunha disse...

Esse homem é puro charme e talento.....fantástico!
abraços baianos....!!

teresamaremar disse...

O maior... não sei... Anthony Hopkins? Sean Connery? de Niro?...
a concorrência é grande :)
Versátil... gosto da sua versatilidade. Dêem o que lhe derem, tudo lhe vai bem.

Jose Augusto Soares disse...

A esse rol de candidatos, poderia acrescentar: Pacino,Dustin Hoffman,Jeremy Irons,Kevin Spacey,Sean Penn. E alguns outros.
Retiraria, no entanto, Sean Connery. Mas são gostos.

teresamaremar disse...

Jeromy Irons nem o incluí, de tal forma sou suspeita :)
Al Pacino e Dustin Hoffman subscrevo.
Quanto ao Connery... não esqueça "O Nome da Rosa" e "Finding Forrester" :)

elisabete cunha disse...

jOSÉ, TENHA UMA LINDA SEMANA!!!

Locations of visitors to this page