segunda-feira, 18 de junho de 2007

Ingrid Bergman


Ninguém a esquecerá em “Casablanca”.
Ninguém a esquecerá em “For Whom the Bell Tolls”.
Ninguém a esquecerá em “Joan of Arc”.
Ninguém a esquecerá em “Stromboli”.
Ninguém a esquecerá em “Viaggio in Itália”.
Ninguém a esquecerá em “Anastasia”.
Ninguém a esquecerá em “Hostsonaten”.


Porque é impossível.

Ingrid Bergman (1915-1982).

5 comentários:

Rui Luís Lima disse...

E Hollywood croi a Star!!!!
Ingrid Bergman foi a Star, mas foi/é muito mais do que isso, porque ela é eterna
um abraço cinéfilo
paula e rui lima

Rui Luís Lima disse...

a gralha voltou a visitar-nos

queríamos dizer "E Hollywood criou a Star!"
um abraço cinéfilo
paula e rui lima

Neves de ontem disse...

Uma das actrizes mais belas de sempre.

Anónimo disse...

FANTÁSTICA!
QUERIDO JOSÉ
É UM PRAZER VIR AQUI!
mEU PC ESTAVA QUEBRADO, MAS VOLTEI
BEIJOS

Anónimo disse...

Nossa ela foi perfeita em tudo que fez.
Uma palavra para definir Miss Bergman PERFEIÇÃO.

Abraço,Caliana

Locations of visitors to this page