terça-feira, 23 de janeiro de 2007

Sem "papas na língua"


Devido ao apelido, muitos pensam que é francesa. Mas é inglesa, sendo Bissett o apelido da mãe, essa sim, francesa. Vive em Los Angeles desde 1965.
Tem 62 anos e rodou mais de 40 filmes, dirigida por grandes realizadores, entre os quais John Huston, George Cukor, François Truffaut e Roman Polanski. Contracenou com “gigantes” como Marlon Brando, Steve McQueen e Frank Sinatra.
Apenas uma vez (“The Deep”) filmou com menos peças de roupa…e quando solicitada para o fazer em filmes posteriores, respondeu sempre:
“Na verdade, preferiria fazer coisas mais interessantes, pode ser?”
Afirma que aprendeu tudo o que sabe de cinema em Hollywood, vendo os seus colegas a representar, e copiando-os. Adorou trabalhar com Brando, mas detestou fazê-lo com McQueen, “ um maníaco difícil de conhecer bem”, palavras nada abonatórias para o falecido actor.
Nunca casou nem teve filhos, apesar de prolongadas ligações a Michael Sarrazin, Victor Drai, Alexander Gudunov e Emin Boztepe, um especialista turco em artes marciais, com quem viveu mais de uma década, mais novo do que ela “apenas” 17 anos. A relação terminou em 2006.
Jacqueline entende que “algumas das jovens actrizes actuais nem chegam a aprender bem os seus papéis. Podem pensar que é engraçado, mas chegam às filmagens e não sabem nada, restando-lhes mostrar o corpo…o que é o contrário de um bom profissional”.
Não quis dizer nomes.
Uma grande actriz sem “papas na língua”.

4 comentários:

pedrita disse...

maravilhosa não? adoro essa atriz. beijos, pedrita

One disse...

Olá

Visitei o teu blog com prazer, e faço questão de o adicionar à minha lista de links.

Os mais reverentes cumprimentos

José Quintela Soares disse...

Olá "one"

Obrigado.
Já apliquei a reciprocidade, nos links deste blogue.

dreamweaver disse...

Boa sorte para o teu blog... estarei atento a novas noticias

Locations of visitors to this page