quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Fernando Fernan Gomez



Sempre o considerei um grande actor.
Não por ser velho, porque a idade não retrata talento onde ele não existe.
Mas Fernando Fernan Gomes (1921 – 2007), que morreu há poucas semanas, era de uma versatilidade espantosa, um artista na verdadeira acepção da palavra. E para além de actor, foi também realizador e escritor.
Desde os anos 40 até este ano, rodou mais de uma centena de filmes, deixando para a posteridade a sua marca, a sua qualidade, a sua categoria.
Trabalhou com todos os grandes realizadores espanhóis, escreveu novelas, memórias, peças de teatro, livros para crianças.
Através do magnífico “site” do “El Pais”, tive oportunidade de ver um pequeno filme sobre o seu velório, e não me surpreendeu que a urna tivesse sido colocada num palco. Num teatro. E que as pessoas que por lá passaram, e foram milhares, se sentassem em cadeiras também no palco.
Um grande Senhor.

4 comentários:

Rui Luís Lima disse...

olá josé quintela soares!
Feliz Natal e Bom Ano 2008 são os nossos votos sinceros.
abraço cinéfilo
paula e rui lima

Rui Caetano disse...

UM abraço, um Feliz Natal e uma quadra cheia de sonhos concretizados.

Pedrita disse...

não conheço. beijos, pedrita

elisabete do encanto disse...

Meu querido amigo!
Tenha um lindo Natal!

Locations of visitors to this page