segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Bénard da Costa


Figuras importantes no Cinema português, há poucas.
Uma delas é, seguramente, João Bénard da Costa, que agora vai abandonar a direcção da Cinemateca Portuguesa, onde esteve quase três décadas.
Na senda de Félix Ribeiro e de Luís de Pina, realizou um trabalho extraordinário, que os cinéfilos mais interessados conhecem.
“Abriu” a Cinemateca ao público, tornou-a um espaço em que nos sentimos bem, diversificado, onde podemos assistir a projecções fantásticas de preciosidades esquecidas, a Ciclos de enorme interesse, consultar a Biblioteca repleta de tesouros, adquirir livros sobre Cinema na livraria pequena mas simpática, um restaurante com esplanada, enfim, uma estrutura digna, respeitada e séria.
Conhecedor profundo, apaixonado pelo Cinema, Bénard da Costa construiu tudo isto sem grandes holofotes, sem ribaltas de projecção mediática, preferindo uma discreta posição nos bastidores, mas agindo e concretizando.
Vai fazer muita falta, não só à Cinemateca, mas fundamentalmente ao Cinema.
A escolha do seu sucessor, que tudo indica será Pedro Mexia, foi sua, indiscutivelmente. Daí que o benefício da dúvida se reduza, dado não se conhecer obra relevante do futuro director. Mas Bénard da Costa lá sabe.
Aqui fica uma modesta homenagem a uma figura ímpar do Cinema Português, um Homem Culto e dedicado.

2 comentários:

Rui Luis Lima disse...

Caro José Quintela Soares!
A notícia já era esperada desde que o Director da Cinemateca se reformou, embora continuasse à frente da Instituição. O seu trabalho, tanto na Cinemateca como na Gulbenkian é na verdade uma referência para uma multidão de cinéfilos. Os seus escritos, sempre apaixonados, sobre o universo da Sétima Arte, habitam as nossas bibliotecas e sempre que mergulhamos na sua leitura, descobrimos esse prazer da escrita que ele tão bem nos ofereceu.
Abraço cinéfilo
Paula e Rui Lima

Pedrita disse...

realmente há poucos hoje em dia que lutam pela arte mesmo que ficam mais escondidos. todos querem holofotes infelizmente. beijos, pedrita

Locations of visitors to this page