sábado, 20 de setembro de 2008

Jack Palance


Pelo aspecto do seu rosto, fazia sempre papel de “mau da fita”.
Na verdade, a sua face quase assustava os miúdos como eu, que acreditavam mesmo que aquele homem era assim na vida real.
Jack Palance (1919-2006).
Sabíamos que Palance fora “boxeur” antes de entrar no mundo do espectáculo. Na verdade, aquele nariz, farto de ser esmurrado, não enganava. Mas ignorávamos que não fora essa circunstância a principal causa daquele aspecto. O actor, durante a II Guerra mundial, ao serviço da aviação americana, teve um acidente no ar, o avião começou a arder, e Palance mal teve tempo de se ejectar. Seguiu-se um calvário de inúmeras operações plásticas, cujo resultado final, segundo opinião dos médicos e do próprio Jack, foi “um milagre”.
Óscar para Actor Secundário em 1991, com “City Slickers”, já havia sido nomeado, na mesma categoria, em 1952 e 1953.
Palance participou em cerca de 40 filmes, desde 1950 até à sua morte. Filmes como “Shane”, “Barrabas”, e “The Professionals” contaram com a sua interpretação.
Penso que Jack Palance, não sendo uma estrela, conseguiu arranjar o seu lugar na Sétima Arte, com trabalho e sacrifício.
O resto era o rosto.

2 comentários:

Pedrita disse...

é verdade, fazia tempo que não ouvia falar desse ator. é incrível como alguém pode ter um rosto tão marcante, expressões que jamais esquecemos, mesmo ficando mais quieto em cena. beijos, pedrita

Rui Luis Lima disse...

Caro José Quintelas Soares!
Jack Palance é um aqueles secundários, como muitos outros infelizmente também esquecidos, que ofereceram o seu melhor ao cinema, as suas personagens terminaram por ficar tipificadas nessa figura do "vilão", mas o Oscar que recebeu foi na verdade o reconhecimento da sua passagem pela Sétima Arte.
Abraço cinéfilo
Paula e Rui Lima

Locations of visitors to this page